terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Assunto: Especial de aniversário: Minha vida portuguesa #2

Oi, Oi galera! Fala aí, beleza? Sei que está atrasado mas saiu. Terça dia 24/11 foi meu aniversário de 12 anos e, a festa foi ontem dia 28/11. Então, hoje eu vou continuar (amém) a "série" 'Minha vida portuguesa'. Aviso! Se quiser mais informações procure o blog: Diga as novas (link no final do post). Bom hoje vou contar uma história que acho que combina com o calor no Brasil. Bom, mainha disse "Luiza vamos ao Porto?" "Vamos!". Estava muito calor, ou seja, mainha inventou de ir numa soverteria. 
Ok, sentamos (achamos uma mesa por que estava MUITO cheio) e fomos olhar o cardápio.
- Nossa Luiza, eu vou querer esse soverte que tem um morango em cima. Deve ser pequenininho.
- Mãe eu vou querer esse de chocolate. Tá, quando chegou o soverte... O sorvetinho de minha mãezinha era uma taça que parava no NARIZ dela. Tá, morrendo de vergonha começamos a comer, ela empurrando o soverte para a sua boca como se tivesse varrendo a casa e eu dizendo: "Mãe isso tá ficando ridículo. pára." Do meio pro fim do sorvete. Do MEU sorvete, começou a ficar com um gosto estranho. 
- Mãe esse sorvete tá com gosto de banana. (com aquela voz de crianças de 7 anos)
- Oxe Luiza, e tu não pedisse de chocolate? Como tá com gosto de banana. - Ela começou a dar gaitada. E o povo olhando pra gente como se fossemos ET'S. Quando mainha experimentou o meu soverte ela riu e disse:
- É chantilly. - pagamos e saímos da sorveteria. Eu acho que o povo estava pensando "Duas doidas".
É isso galera, adeus, até o próximo post e FUI!

OBS.: Não tive paciência de encontrar o post de minha mãe desta aventura porém, (tudo tem um porém) o link do blog é este:http://digaasnovas.blogspot.com.br/

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Assunto: ODEIO TRABALHO EM GRUPO!!

Oi, Oi galera! Fala aí, beleza? Então, sim, como vocês leram eu ODEIO trabalhos em grupo. Mesmo sendo com gente boa ou com pessoas encostadas e preguiçosas. Ontem (04/11) eu estava reclamando de um trabalho e uma luz na minha cabeça disse "Luiza, Deus age de formas inacreditáveis e desta vez, ele te colocou em um grupo que maioria dos integrantes deles são encostados assim como muita gente no mundo". Sim, a luz era minha consciência. Aí hoje (05/11) minha professora de inglês disse assim "...Aí um cara disse que podia jogar fora todas as maquetes, sem me consultar." Pois é, um trabalho de mais +/- 1 semana está no lixo agora. Trabalho jogado no mato (literalmente). Ah! Teve um que eu inventei de juntar com a Falséte. Terminamos o trabalho, era um jogo, uma trilha de perguntas. Demoramos +/- 6 aulas para acabar o peste do jogo. Eram 6 meninas. Eu e mais duas fazíamos os cartões com as perguntas e as outras 3 o trabalho em si. Quando terminamos o bendito trabalho, a Falséte fez o quê, fez o quê? Passou cola líquida (daquelas que é de bico que é bem fininho) e colou glitter. O trabalho ficou um LIXO, um LIXO! No dia da apresentação a Falséte me EXCLUIU do grupo! Excluiu! Fizeram uma barreira (daquelas de fotebol) e me "empurraram" do grupo.  Só falta o de agora desse mês dá uma besteira também. Só me resta dizer: EU ODEIO TRABALHO EM GRUPO!!! E é isso povo, xauu até o próximo post e... FUI!

sábado, 31 de outubro de 2015

ssunto: Escolher a profissão... sou muito indecisa nesse quesito

Oi, Oi galera! Fala aí, beleza? Então, quem me conhece (principalmente os meus professores) sabe que eu falo muito (até de mais) e isso é uma coisa que eu não ando gostando muito. Foco* então, como eu falo MUIIITO, ando pensando em profissões que eu sei que eu vou falar. Minhas amigas (todas, sem exceção) acham que eu tenho um bom talento para representar!!! Porém, eu ADORO representar vilões ou algo que eu sei que tem uma personalidade forte. Então cheguei à conclusão que eu sou uma Barbie! “Como assim Luiza?” A Barbie ela teve muitas, MUIITAS profissões. Eu já quis ser: Professora, veterinária, advogada, juíza, cantora, médica, atriz, apresentadora, fotógrafa, chef de cozinha. Pois é, hoje em dia, quero ser atriz. Quero ser atriz por que é uma coisa que eu gosto de fazer e, o que eu acho que eu tenho que fazer é o que eu gosto não o que os outros gostam. Falar e representar são o que EU gosto e, pô sabe onde eu tô com esse seu papo de que isso vai dar errado? TÔ NEM AÍ! Gosto, quero e vou conseguir! Espero que eu tenha apoio de meus amigos, do povo próximo a mim e que eu consiga ser atriz. Já comecei minha carreira (hihihi) e descobriu que eu gosto disso e que EU VOU CONSEGUIR! E é isso, até o próximo post e FUI!

domingo, 25 de outubro de 2015

Assunto: Vilões!

Oi, Oi galera. Fala aí beleza? Então, como vocês leram no título do post, vou falar sobre uma paixão que eu tenho sobre VILÕES! Então, de certeza você já leu ou ouviu a história da Bela Adormecida. Sabe a Malévola? É ela que fez tudo acontecer. Se não fosse a mágoa de Malévola a Aurora não teria sido despertada pelo seu belo príncipe. A Rainha Má, se não fosse sua vaidade a Branca de Neve não conheceria os anões e nem o príncipe. A Cinderela, se não fosse a madrasta, ela iria com aquele vestido, não teria despertado o amor do príncipe, seria uma criada para sempre e não teria a chance de usar um sapatinho de cristal. Por mais que você diga que os vilões só fazem o mal, vão parar para perceber que, os vilões fazem um bem danado aos mocinhos

Estou dizendo que as histórias de príncipes e princesas necessitam sempre de um vilão. Não é só as histórias de príncipes e princesas. Por exemplo: Cmo seria a vida do Batman sem o coringa? Ou a vida do Homem - aranha sem o Dr. Octapus? Ou seja, a vida dos heróis e dos mocinhos é o vilão. Até nos filmes ou nas séries tem um vilão para o mocinho. Em séries de polícia, se não fosse o bandido não existiria aquela série. Nos filmes de ação, sempe tem um vilão que faz o mal mas, só faz o bem para o mocinho. Acredite é SEMPRE ASSIM!

Os vilões são TUDO! "Ô Luiza! Como assim os vilões contam a vida dos mocinhos?" ARRR! Assim, vou usar o exemplo da Malévola. A Malévola foi traída pelo ai da Aurora e isso a deixou furiosa e, no dia do batizado de Aurora , Malévola jogou um feitiço em Aurora mas, se ela nao tivesse jogado o que aconteceria? A Aurora seria uma princesa qualquer e mimada, não teria sido despertada por Felipe e seria obrigada a casar com ele sem amor. Ou seja, vilões dominam o mundo. 
E é isso, Fiquem bem e até o próximos post! FUI!

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Assunto: CABELO!

Linda de +!!!!!
Oi Oi galera, fala aí beleza? "Eita lá vem ela reclamando de tudo outra vez". Não me julgue e espere para ler. Então (como vocês viram o título do post) vamos falar sobre CABELO! Isso é sobre (ou para) você que não está satisfeito com o seu próprio cabelo. 1º Se ligue que seu cabelo é uma coisa muito importante. 2º Olhe bem para o seu cabelo e diga se ele é feio, duro e quebrado (como eu hoje em dia.). Então, um dia desses eu estava com uma amiga minha e ela disse “Nossa que lindo seu cabelo cacheado. Por que não alisa?”. Eu acho que... NÃO. Não vou alisar meu cabelo nem tão cedo. E... Pô eu acho que isso foi um elogio com uma crítica de mau gosto. Vamos analisar. A menina disse na primeira frase “Nossa que lindo seu cabelo cacheado.” Ok, isso não é tão ruim. Na segunda ela diz “Por que não alisa?” Eu acho que, 1º Ela é retardada 2º Ela não sabe o que é elogiar por que tem que elogiar ou elogiar por que gostou. Vou pintar mechas no meu cabelo (que já estou prometendo desde o mês passado mas, como disse, eu estou quebrada) da cor roxo, minha amiga vem e me diz “Não faz isso! Vai ficar feio!” BLÁ BLÁ BLÁ! Eu sei que ela é minha amiga mas, isso é chato! Outro dia eu estava na fila do lanche e vi uma menina de cabelo azul. Eu achei aquilo um máximo e quase me virei e disse “Seu cabelo é muito lindo”. “Meu Deus! Esse post está mais chato do que ver uma anta atravessando a rua”. Calma Falsiane, o que eu estou querendo dizer com todas essas histórias é que, VOCÊ É DONA(O) DO SEU CABELO! VOCÊ FAZ O QUE QUISER COM ELE! Outra, se você quer mudar seu cabelo mas, não vai mudar por conta da sua amiga ou dos professores, eu digo uma coisa: PARE DE SER BESTA E ANALISE SE VOCÊ QUER FAZER ISSO MESMO (me desculpem essa palavra) DANE – SE TODO MUNDO! Se gostou, gostou. Se não gostou... DANE – SE! E é isso, Beijinhos para todos e até o próximo post! FUI!

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Assunto: Tudo é uma questão de peso.

Oi Oi galera fala aí beleza? Então, comigo não está por conta da (desculpem a palavra) pestilência do meu peso. “Nossa! Tão nova e já está se preocupando com isso!” Claro Falsiane, e como diz o título do post, tudo é uma questão de peso! E quando eu falo TUDO é porque o caso é sério. Então vamos começar falando por mim. Fui ao médico e ele disse o que? “A mocinha tem que fazer exercício físico”. Eu queria dança de salão, MAS AQUI NÃO TEM EM CANTO NENHUM! Parece que o povo tem preconceito com isso e acha que o menino não pode ir pra dança de salão. “Ah mas, não é só o menino”. É sim Falsiane. Veja bem, se não tem menino, não tem com quem dançar e não tem par, que não tem aula. Queria fazer isso mas, (sempre tem um MAS para estragar tudo) minha mãe vem e diz “Faz Zumba Luiza”. NÃO, ZUMBA NÃO! E outra tudo é por conta do peso. Vamos simular uma ida ao médico.
- Doutor estou doente.
- é por conta do peso. Você precisa emagrecer. – só falta dizer que a mulher tá uma baleia. (Kkkk) Agora vamos simular uma aula de Educação Física.
- Sicrano escolha entre Ana e Luiza – Ana é a magrinha e Luiza é a gorda.
- Eu escolho a Ana.
- Não! Eu não vou ficar com a Luiza, ela não sabe nem correr imagine jogar futebol. – nossa que menino rude eu daria uma voadora tão grande que ele ia parar na China. (Kkkk) Gente! A pessoa gordinha sofre bullying! Todo mundo acha que, só por que ela é gordinha que não toma banho. Gente eu morei em Portugal mas, sempre que era aula de Educação Física eu inventava uma dor pra não fazer a peste da aula. Era 20 voltas na quadra e na 5ª eu já estava morrendo. Teve uma vez que eu ia correr na frente da fila aí a professora disse:

- Pessoal quem vai fazer o aquecimento é Ana Luiza e vai ser só 5 voltas. – Gente eu era discriminada pela a professora!!!! Bom, acho que por aqui já está bom depois eu continuo. Beijinhos e até o próximo post. FUI!

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Assunto: Meu cabelo... ROXO!






Olá seres humanos ou Et’s tudo bem com vocês? Hoje eu vou falar sobre os meus planos para o meu lindo cabelo. Bom, eu pretendo pintar ele de... ROXO! “Nossa! Que coisa mais brega!” “Coitada, vai ficar escrava do próprio cabelo”. Calma, não vai ser ele todo apenas algumas mechas além do mais gente, eu não queria pintar o cabelo por causa de tudo isso que vocês estão falando! Eu sei que vou ter que cuidar mais dele, eu sei que vou gastar um pouco mais de dinheiro mas, segundo a minha mãe beleza é cara (além de algumas vezes doer). Olha, eu fico mais me preucupando com o que os crentes da minha escola vão pensar, o que a minha coordenadora vai pensar, o que meus professores vão achar. Gente, seu eu ligasse para isso eu nunca teria mostrado uma tarefa à minha professora de português, ou então nunca teria feito uma apresentação envolvendo o canto. Por causa do receio. “Ai meu Deus eu não vou pintar meu cabelo por que a professora de matemática não vai gostar.” “Não vou cantar no culto por que vai que eu levo uma vaia”. Esse negócio de pintar o cabelo me fez ver que o nosso medo, não nos deixa fazer absolutamente NADA!  Olha só, eu venho com essa idéia de pintar o cabelo de uma cor “fantasia” desde o ano passado. Não pintei por causa disso tudo. Mas, quando cheguei no sexto ano, dei de cara com uma segunda realidade, uma menina de cabelo azul. Foi aí que eu disse para mim mesma “se ela tem o cabelo azul, porquê eu não posso ter?” Daí eu assisti um filme em que a minha personagem favorita tinha o cabelo roxo e foi ai que eu liguei pro meu sac e disse “quero pintar meu cabelo de roxo”. Eu venho pesquisando sobre essa coisa de colorir os meus cachos e vi que, sim é uma boa. Se quem não gostar não gostou e quem achar bizarro ache. Estou decidida mais do que tudo. E é isso gente. Fui!

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Médicos... que saco!

Olá seres humanos ou outros seres que sabem contar, ler e escrever. Tudo bem com vocês? Então, o assunto de hoje é (já está no título) médicos. Olha só eu adoro os médicos eles são ótimas pessoas mas, (sempre tem um "mas") eu não me simpatizo com a demora. Olha só, eu não sou muito paciente, e quando não tem wifi ou um livro pra ler eu fico doida. Hoje eu fui à minha dermatologista e, ela não é chata pelo contrário, ela é muito simpática (gostei muito dela). O problema foi a demora. Tinha muita gente na minha frente. Ou eu comentava e assistia o que passava na TV ou eu teria um piripaque. Bom, hoje eu dei altas risadas no consultório (bom, pelo menos eu queria ter dado). Me lembrei de um seriado, "Henry Danger", ele tem um episódio que, ele tem pouco tempo pra dormir e tem que estudar pra prova sobre Porto Rico. "Ô Luiza, mas o que isso tem a ver com os médicos." Ô Falsiane, cala a boquinha que já já eu chego lá.Sim continuando... Ele acaba usando um capacete que, permite que as pessoas absorvam todo o conhecimento sobre determinada coisa em poucos segundos (ai como queria ter um desse pra tirar 10 nas provas) MAS, ao usar isso, Henry tem efeitos colaterais. Tipo: Trocar as ordens das palavras e, de vez em quando dar gritos (do nada). "Conta logo o que isso tem a ver!" Cala boca Falsiane. Lá no consultório, de vez em quando tinha uma menina gritando. Aí eu sussurrei "Ô mainha, tem uma menina como Henry do episódio de ontem." Bom, pra variar minha mãe morreu de rir
Só pra mostrar que demora muito eu comprei um livro de 150 páginas e terminei em um resto de manhã. 
Se você curtiu comente aê se tem você tem uma experiência dessa no médico.
E eu fico por aqui e... FUI!